Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia São Vicente , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Animais & PET
Guia São Vicente

A COLEIRA DO GATO

Geralmente pouco utilizada, salvo exceções, este implemento pode ser imprescindível para aqueles felinos que gozem de um estado de semiliberdade quase total, habitando com os seus donos em casas unifamiliares ou casas de campo e inclusive em apartamentos urbanos, dos que podem sair por varandas ou janelas. A coleira é um instrumento de identificação ao que se pode unir uma chapa de metal gravada com o endereço ou o número de telefone do seu proprietário, e de passo serve para indicar que o seu portador que este animal doméstico tem um amo e que logicamente estará vacinado e cuidado de forma correta. A especial idiossincrasia destes felinos e o seu habitual "despego" dos seus proprietários pode levá-los a vagabundar longe do lar e afincar-se no jardim ou pátio de outra pessoa que, regularmente, lhes ofereça alimento e carícias. Exemplares valiosos ou simplesmente pelo carinho que tenha o seu amo por eles, poderão ser recuperados ao avisar telefônica ou epistolarmente o eventual novo cuidador ao seu legítimo dono, quando observe a placa gravada. Por outra parte, se o nosso gato efetua excursões pelo jardim, mesmo que não tenha nunca a idéia de nos abandonar, o seu comportamento de caçador o levará a capturar e matar passarinhos ou roedores silvestres que talvez não desejemos que tenham tão cruel final. O remédio mais simples é ajuntar ao colar um guizo que avisa as suas possíveis presas, advertindo-as do perigo que correm. Também serve aos seus proprietários para localizar pelo "tilintar" a localização do felino, que, às vezes, se introduz em lugares dos que não sabe sair, facilitando o seu resgate e recuperação.

ESTRUTURA DA COLEIRA PARA GATOS

Todas as peculiaridades dos felinos devem ser estudadas ao adotarmos o uso deste artigo, cujas vantagens são evidentes em todos os casos. As coleiras "surdas" destinadas aos gatos que devem efetuar trabalhos de "desratização" levarão a placa de identificação presa a uma tira de couro sólida, de forma que não produza nenhum ruído. É imprescindível que em todos os casos a coleira tenha uma tira de couro suave e outra elástica, que permita ao animalzinho num caso extremo safar-se da corda, escorregando pela cabeça. Esta faixa elástica assegura que os gatinhos não se enforquem se se engancham com a coleira e permite a sua circulação por todo tipo de lugares com perigo. Às vezes se utilizam faixas completamente elásticas, que devem ficar perfeitamente ajustadas ao pescoço, mas sem os pressionar para não dificultar a respiração do gatinho. O comprimento do artigo não tem porque ser excessivo mas tampouco muito pequeno pois poderá acarretar possíveis lesões ou "cortes" produzidos por eventuais "puxadas". A correia ou cordel que pode ser enganchada à coleira são válidos para exemplares muito bem ensinados ou que pertençam a raças particularmente amestradas como os diferentes tipos de siamês, mas geralmente não costumam ser válidas para passear os nossos gatos, que preferem vagabundear por aí explorando esses lugares fascinante adjacentes à sua casa. Em qualquer caso, a "correia" será fina, resistente, preferivelmente de couro arredondado, que permita a máxima mobilidade do animal e inclusive o seu salto aos nossos braços, se se encontra em perigo ou se assusta, terá uma longitude média que impeça puxadas bruscas, mas que possibilite uma movimentação mínima do gato ao nosso redor.


Artigos Anteriores:

18/01/2009
51 Dicas de Como Manter seu Aquário

11/11/2008
COMO CUIDAR DE CÃES

09/09/2008
Enriquecendo o habitat

12/01/2008
Exoparasitose

10/01/2008
Desmamação de Gatos

09/01/2008
A velhice nos Felinos

08/01/2008
A COLEIRA DO GATO

07/01/2008
Educação doméstica dos Cães

06/01/2008
Cuidados do pêlo do cão

05/01/2008
COSMÉTICA CANINA

04/01/2008
UNHAS NOS CÃES

03/01/2008
A amputação da cauda

02/01/2008
A Velhice

01/01/2008
A DENTIÇÃO DO CÃO

29/06/2007
A correia: segurança e simbolismo

28/06/2007
A Comida do Cachorro

27/06/2007
A Coleira do Cão

26/06/2007
A Casa do Cachorro

25/06/2007
A Cama do Cachorro

Guia São Vicente - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2022 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Arquitetura e Design de Interiores Eventos Telecomunicações Madeireiras Rádio - Emissoras Retífica de Motores Seguradoras & Corretoras de Seguros Pedras Cestas de Café da Manhã Cartórios e Tabeliães Laticínios Medicina & Saúde Comunicação, Publicidade e Propaganda Empreendimentos Imobiliários Forros e Divisórias Açougues Produtos de Limpeza Ar Condicionado Telemensagens & Mensagens ao Vivo Plantas