Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia São Vicente , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Contos e Fábulas
Guia São Vicente

COMO NASCEU A PRIMEIRA MANDIOCA

Lenda indígena
Era uma vez uma índia chamada Atiolô. Quando o chão começou a ficar coberto de frutinhas de murici, ela se casou com Zatiamarê. As frutinhas desapareceram, as águas do rio subiram apodrecendo o chão. Depois, o sol queimou a terra, um ventinho molhado começou a chegar do alto da serra. Quando os muricis começaram outra vez a cair, numa chuvinha amarela, Atiolô começou a rir sozinha. Estava esperando uma menininha. Zatiamarê, porém, vivia resmungando:

— Quero um menino. Para crescer feito o pai. Flechar capivara feito o pai. Pintar o rosto assim de urucum feito o pai. O que nasceu mesmo foi uma menina. Zatiamarê ficou tão aborrecido que nem lhe deu um nome. E ficou muitas luas sem olhar a sua cara. A mãe, por sua própria conta, começou a chamar a menininha de Mani. O único presente que Zatiamarê deu a Mani foi um teiú de rabo amarelo. Mas não conversava com ela. Se Mani perguntava alguma coisa, ele respondia com um assobio.

— Por que você não fala com sua filha?

— Perguntava Atiolô, muito triste.

— Porque essa filha eu não pedi

— respondia ele.

— Pra mim é como se fosse de vento. Até que Atiolô ficou esperando criança de novo.

— Se dessa vez não for um homem, feito o pai

— jurava Zatiamarê

—, vou botar em cima de uma árvore. E nem por assobio vou falar com ela. Foi, porém, um menininho que chegou: Tarumã. Com ele, o pai conversava, carregava nas costas pra atravessar o rio, empoleirava no joelho pra contar história. Mani pediu à mãe que a enterrasse viva. Assim, o pai ficaria mais feliz. E talvez ela servisse para alguma coisa. Atiolô chorou muitos dias com o desejo da filha. Mas, tanto Mani, pediu que ela fez. Fez um buraco no alto do morro e enterrou Mani.

— Se eu precisar de alguma coisa

— explicou ela

—, você saberá. Atiolô voltou para casa. De noite, sonhou que a filha sentia muito calor. De manhãzinha foi até lá e a desenterrou.

— Onde você quer ficar enterrada?

— perguntou.

— Onde tiver mais água

— pediu Mani.

— Me leva pra beira do rio. Se eu não estiver satisfeita, você saberá. Na primeira noite, Atiolô não sonhou nadinha. Achou que a filha estava alegrinha no novo lugar. De tardinha, porém, quando tomava banho no rio, não é que recebeu um recado? Boiando na água, era a voz de Mani:

— Me tira da beira do rio. O frio não me deixa dormir. Atiolô obedeceu. Levou a filha pra bem longe, na mata.

— Quando você pensar em mim

— disse a menina

— e não se lembrar mais do meu rosto, está na hora de me visitar. Aí, você vem. Passou muito tempo. Bastante que bastante. Um dia, Atiolô sentiu saudade da filha, mas cadê que lembrou da cara que ela tinha?! Foi na mata. Em vez de Mani, encontrou uma planta muito alta e muito verde.

— Uma planta tão comprida não pode ser a minha filha!

— resmungou. Na mesma hora a planta se dividiu. Uma parte foi ficando rasteirinha, rasteirinha e virou raiz. Sua mãe achou que podia levar aquela raiz pra casa. Era a mandioca.


Artigos Anteriores:

01/01/2009
AS LÁGRIMAS DE POTIRA

30/12/2008
COMO NASCEU A PRIMEIRA MANDIOCA

29/12/2008
MARIA PAMONHA

28/12/2008
ACOITRAPA E CHUQUILHANTO

10/09/2008
O RATINHO, O GATO E O GALO

09/09/2008
O BICHO MANJALÉU

08/09/2008
OS SETE CORVOS

15/07/2008
ALI BABÁ E OS QUARENTA LADRÕES

14/07/2008
AS ROUPAS NOVAS DO IMPERADOR

13/07/2008
O ROUXINOL DO IMPERADOR

09/06/2008
O PATINHO FEIO

21/05/2008
O SOLDADINHO DE CHUMBO

11/05/2008
O PEQUENO POLEGAR

10/05/2008
JOÃOZINHO-SEM-MEDO

09/05/2008
O PRÍNCIPE CANÁRIO

07/05/2008
CINDERELA

06/05/2008
RAPUNZEL

05/05/2008
O GATO DE BOTAS

04/05/2008
CHAPEUZINHO VERMELHO

03/05/2008
RUMPELSTICHEN

02/05/2008
BRANCA DE NEVE

01/05/2008
JOÃO E MARIA

30/04/2008
A BELA ADORMECIDA

28/04/2008
O PRÍNCIPE-RÃ OU HENRIQUE DE FERRO

Guia São Vicente - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2022 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Veterinários Dedetização Clubes Clínicas de Estética Retífica de Motores Venda de Equipamentos, Peças e Acessórios Box para Banheiro Serviços de Pintura, Elétrica, Hidráulica, Reparos Cobrança Produtos Naturais Laticínios Engenharia Plantas Jardinagem Cortinas e Persianas Farmácias e Drogarias Automóveis - Auto Peças e Acessórios Rádio - Emissoras Automação Comercial Toldos e Coberturas